Domingo, 12 de Julho de 2020
+595 98274 5952
Polícia policial

DOF apreende quase 10 toneladas de drogas em rodovia na região de Caarapó

Esta foi mais uma das grandes apreensões de droga na região.

29/06/2020 15h23
355
Por: administrador Fonte: msemfoco
DOF apreende quase 10 toneladas de drogas em rodovia na região de Caarapó

Policiais Militares do Departamento de Operações de Fronteira (DOF) apreenderam na noite deste sábado (27), um caminhão Mercedes Benz LK 1113 carregado com quase 10 toneladas de maconha. A apreensão ocorreu na rodovia MS-156 no município de Caarapó.

Na operação de fiscalização a veículos, cargas e ocupantes, os policiais militares do DOF deram ordem de parada ao condutor do caminhão com placas de Nova Ponte, Minas Gerais, que não obedeceu furando o bloqueio policial. Na tentativa de fuga em alta velocidade e seguido pela equipe, o motorista acabou perdendo o controle da direção.

 

Sem controle, o caminhão acabou saindo da pista e descendo uma ribanceira, às margens da rodovia. O condutor por sua vez, desembarcou e tomou rumo ignorado pela mata do local, não sendo encontrado.

Na carroceria do caminhão foi encontrada grande quantidade de drogas, que após pesadas e selecionadas somaram 9.096 quilos de maconha distribuídos em 377 fardos e 886 tabletes, mais 409 quilos de skank, em 29 fardos.

 

Os policiais em seguida abordaram um Fiat Uno Vivace, com placas de Campo Grande/MS conduzido por um homem de 33 anos, natural de Entre Rios do Oeste, Paraná (PR), onde foi localizado um rádio escondido na lataria do veículo. Questionado, o indivíduo confessou ser o “batedor” do caminhão carregado de drogas e que repassava as informações por meio do rádio transceptor clandestino. O caso foi repassado para a Delegacia de Polícia em Dourados.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.