Sexta, 07 de Agosto de 2020
+595 98274 5952
Polícia policial

Polícia paraguaia apreende arsenal que abasteceria organizações criminosas

Quase todo o arsenal era desviado das forças policiais do Paraguai.

04/07/2020 02h49
826
Por: administrador Fonte: pontaporanews
Polícia paraguaia apreende arsenal que abasteceria organizações criminosas

Depois de uma longa investigação policiais paraguaios aprenderam no começo da noite desta sexta-feira (3) na cidade de Luque, na região metropolitana de Assunção um grande arsenal de armas e munições que seriam comercializadas com organizações criminosas que agem nas fronteiras com o Brasil e com a Argentina.

Agentes do Departamento de Operações Urbanas da Secretaria Nacional Antidrogas (SENAD) e o promotor Marcelo Pecci, chegaram até uma residência que já estava sendo monitorada e encontram quatro pessoas que foram presas em flagrante. Entre elas dois soldados, um ex- agente da Polícia Nacional e um civil.

As autoridades mantinham uma investigação sobre a venda ilegal de armas e munições desviados do Exército e da Polícia paraguaia e que eram depositado na cidade de Luque e depois chegavam até os criminosos na região de Cuidad Del Este e Pedro Juan Caballero. Os investigadores tentavam estabelecer o ele entro os grupos e organizações criminosas e possíveis integrantes das forçar armadas e da polícia do Paraguai quando chegaram até os suspeitos.

Eles foram identificados como o ex-policial, especialista em armamento de guerra Cristhian Eduardo Soto Fox, 31 anos, sub oficial Victor Hugo Franco Chena, Fábio de Jesus Gimenez Gimenez de 31 anos,e o sargento Francisco Javier Sosa Noceda de 38 anos.

Foram apreendidos um fuzil automático leve (FAL) de propriedade do exército, um rifle M4, uma pistola Glock 9 milímetros, dourada (personalizada), uma pistola calibre 9 milímetros Cherekee, um rifle Ruger 5.56, dezenas de carregadores, 1000 projeteis 5.56 e 700 projeteis 762, 12 conjuntos para montagem de rifle M4, uma pistola 9 milímetros sem identificação de marca, um revolver calibre 22 e foram apreendidos também três veículos usados pela quadrilha.

Agora o trabalho é para tentar descobrir quais eram os compradores destas armas e munições e se há mais alguns membros das forças armadas e da Polícia Nacional envolvidos no desvio e comercialização deste armamento.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.