Sexta, 14 de Agosto de 2020
+595 98274 5952
Polícia policial

Polícia Civil esclarece homicídio e feminicídio em Antônio João

As autoridades atribuem o aumento da criminalidade entre os indígenas ao consumo de bebida alcoólica.(

22/07/2020 16h38
276
Por: administrador Fonte: poranews
Polícia Civil esclarece homicídio e feminicídio em Antônio João

A Polícia Civil de Antônio João esclareceu dois homicídio ocorridos este mês na cidade. De acordo com o delegado Patrick Linares as mortes aconteceram em área indígena e durante as investigações os policiais contaram com a ajuda de moradores da comunidade.

Erinaldo Ramos Savala foi assassinado no dia 4, com golpes de facão e machado após desentendimento com dois homens. Os acusados estavam bêbados e não deram chance de defesa para Erinaldo que foi atacado pela dupla.

No outro dia os dois homens que não tiveram os nomes revelados, retornaram no local do crime e de posse de armas de fogo, ameaçaram moradores da área indígena, mas foram denunciados e tiveram as prisões preventivas decretas e estão foragidos da justiça.

Os investigadores comandados pelo delegado Linares, também esclareceram a morte de Rosângela Barbosa, morta na madrugada de domingo (19) com vários golpes e faca. O feminicídio teria acontecido após uma discussão com uma indígena menor de idade que teria ficado com ciúmes do assédio de um indígena com Rosângela, que teria preferido ficar com a vítima e não com a adolescente.

Sentindo-se traída a menor teria partido para cima de Rosângela com uma faca e atingido com ela por diversas vezes causando a morte dela. A adolescente está foragida, mas teve a apreensão solicitada pela autoridade policial.

De acordo com o delegado Patrick Linares, o consumo exagerado de bebida alcoólica entre os indígenas da região tem causado muitos problemas e desavenças que quase sempre terminam em algum tipo de agressões ou homicídios e feminicídio. O delegado lembrou que a venda ou fornecimento de bebida alcoólica para índios que não estão integrados à sociedade é crime, mas na prática a fiscalização é muito difícil e que quem for flagrado vendendo bebida alcoólica para os indígenas será preso e processado.

 
Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.